domingo, 1 de maio de 2016

Uma coisinha que escrevi faz alguns anos... mas ainda é super verdadeiro.

Não existem palavras, nem imagens, nem sons que possam explicar os sentimentos. Tudo o que há de mais valioso é imaterial. Não podemos tocar os sonhos, as alegrias, os risadas nem o amor. Somos feitos daquilo que vivemos. Todas as nossas experiências, boas ou ruins, formam parte do que somos hoje. Não esconda nada, nem sinta vergonha do que você é, nunca!

segunda-feira, 8 de fevereiro de 2016

Tudo que mais quero

Eu nunca te tive em minha vida. Não fisicamente.
Mas não paro de me lembrar do tempo em que esteve comigo.
Nunca tivemos a chance de um futuro juntos.
Mas não paro de sonhar em como será quando estiver comigo.

As vezes tento me convencer de que você não foi nada além de uma ilusão. Uma imagem que eu mesma criei de algo que queria muito. Algo que me agradava em todos os sentidos. Alguém que tinha tudo que eu poderia querer. Alguém que me amaria pelo que sou, alguém que eu amava do exato jeito que era, sem tirar nem por. Pode ser que tenha sido assim, pode ser que não...

É uma história tão cheia de falhas, de pontos problemáticos, que eu não tenho nem certeza de que é realmente uma história. Que dirá uma história de amor. Mas sei que foi o mais forte que senti, que me fez muito bem e logo muito mal. Que poderia ter acabado comigo.

Mas hoje, depois de muito tempo, continuo sobrevivendo. Mas algumas coisas nunca mudaram. Ainda penso muito em você, ainda penso no que senti ou ainda sinto. Não parei de querer isso e não desisti de ser feliz.

Pode ser que eu nem saiba realmente o que é amar alguém. Pode ser que eu só esteja sendo teimosa. Pode ser... O que sei é que não me imagino amando alguém como eu amava, ou achava que amava você. Quando me imagino tendo tudo isso, sempre me imagino tendo com você. O que é uma completa loucura, já que não sei nem onde está, o que está fazendo. Não sei nem como você é direito. O que eu não daria para saber algo de você, qualquer coisa, só mais uma vez...

É muito difícil aceitar o fato de que alguém que amei tanto, simplesmente sumiu, sem deixar nenhum rastro. Sem despedidas, sem discussão, sem absolutamente nada. Se eu te encontrasse de novo, jamais te perdoaria por isso. Mas acho que nunca vou saber ao certo, porque é provável que isso nunca aconteça.

Não faz diferença, de qualquer forma. Continuarei sonhando com você. Te querendo e não te tendo. Imaginando o que jamais poderíamos ter tido, mesmo que você tivesse permanecido. Eu sei que não vou parar de fazer isso. É a minha sina. Porque quando eu penso sobre o amor, e sobre como gostaria de encontrar alguém pra mim, sobre romance e felicidade, é você que sempre surge na minha mente. Automaticamente. Não posso evitar.

Eu não queria ter que escrever esses textos tão melancólicos e sem sentido. Não queria te colocar no papel, não queria dar nome ao que está acontecendo. Mas se eu não despejar isso aqui, onde mais farei?

Você não deve nem mais se lembrar de mim. Ou se lembra, não deve ligar para como estou, ou o que estou fazendo. Sei que estas palavras jamais chegarão até você. Mas eu ainda acredito em Deus e em milagres. Então se de algum jeito você se lembrar de mim, do meu nome, e te der vontade de procurar algo sobre mim, vai me encontrar. Certamente vai encontrar muitas coisas. Ao contrário do que eu sei que não encontrei nem encontrarei sobre você. Mas sou fácil de achar. E não seria difícil você chegar a este blog, ler esta postagem...

E então, imaginando o improvável do improvável... Se estiver lendo isto, saberá que estou falando de você. E quero que saiba também que não guardo nenhum rancor de você. Jamais gostei da ideia de forçá-lo a sentir algo por mim. Só me decepcionou muito como amigo por desaparecer sabendo que eu sentiria muito a sua falta. Mas eu sou muito boa em perdoar, então caso decidisse ressurgir das cinzas, eu não sei o que faria. Só tenho certeza de uma coisa. Sentiria felicidade e um imenso alívio.

E se você se fosse de novo, ou se ficasse, talvez tudo continuasse do mesmo jeito pra mim. Querendo te ter pra mim e desejando que você queira o mesmo.

sexta-feira, 15 de janeiro de 2016

Palavras ao vento...

Acho que tenho estado tão envolvida nesse meu mundo de escrever fanfic's e de gravar vídeos, que me esqueço do quanto eu também gosto de escrever meus devaneios aleatórios...

Faz muito tempo que não escrevo nada para este blog. Em parte por falta de tempo, mas a maior parte é por preguiça ou descuido. Mas eu sei que ele sempre estará aqui esperando por mim. Acho que talvez esse seja o problema.

Na vida, poucas coisas são assim. A maioria delas não espera por mim. E aos poucos estou aprendendo isso, estou mudando. Vocês não tem ideia do quanto mudei desde o começo do ano passado pra cá. Passei por uns mal bocados, que no fim das contas fizeram eu me dar conta de um monte de coisas. Me abriram os olhos, me ensinaram.

Queria contar uma por uma as coisas que aconteceram, mas eu certamente não me lembraria. Só posso dizer que foi importante e que eu me sinto uma pessoa muito melhor. E devo isso a tantas coisas e a algumas pessoas. Mas acima de tudo devo a mim mesma.

Ainda há uma infinidade de coisas que me incomodam em mim mesma, no mundo e nas pessoas a minha volta. Ainda há muito que quero mudar. Hoje mesmo me dei conta do quão impotente me sinto em determinadas situações e o quanto continuo guardando muita mágoa, e muitas outras coisas dentro de mim.

Eu preciso muito continuar melhorando isso, e sei exatamente o que tenho que fazer. Acho que estou no caminho certo, só preciso seguir nele. Como já dizia John Green em um dos meus livros favoritos dele “vai doer, vai doer porque é importante”. Quantas vezes não me dei conta disso nos últimos meses? Várias! O que realmente importa é difícil...

Acho que preciso parar com essa coisa de vídeos. Não que eu não goste mais de fazê-los. Mas olha só, eu sou muito melhor escrevendo. Me expresso muito, muito, muito melhor, mil vezes melhor!

E há tanta coisa sobre o que pensar, refletir e escrever...

Vou continuar. Não está expresso na minha lista de metas para 2016 (sim tenho uma lista de metas para 2016), mas quero que seja uma resolução pra mim esse ano. Escrever sempre me libertou, me fez sentir mais leve e calma. Sempre foi minha terapia, e não será que agora que vai deixar de ser.


Seguirei com os vídeos e fanfic's. Tenho muitos outros projetos e coisas pra fazer. Mas quero estar aqui também, toda vez que sentir vontade de falar. Toda vez que sentir vontade de colocar pra fora algo que me perturba ou que me fascina. Estarei aqui para colocar meus pensamentos, meus medos, minhas alegrias, minhas ideias, tudo que eu quiser... preciso disso.  

terça-feira, 17 de novembro de 2015

Virei YouTubber?

Não, não virei youtubber gente! kkkkk

Mas confesso que andei fazendo uns vídeos para o You Tube ai... Só pra compartilhar algumas coisas com meus amigos mesmo. Por isso vou trazer alguns deles aqui.

Começando por aqueles que falo da minha pessoa. Confiram:

Primeiro o vídeo de Introdução do canal, onde eu o explico:


Depois um vídeo sobre: Agendas, faculdade, blog e fanfic's 


Falei também sobre: Ídolos, shows, meets e afins


Mostrei o meu cachorro


E também gravei uma TAG pra me conhecerem melhor


;)




terça-feira, 6 de janeiro de 2015

Ano novo... metas antigas...

...sonhos mais antigos ainda.

Hoje, mais do que nunca, eu sei que nunca é tarde para começar. Começar a acreditar que é possível. Começar a acreditar em si mesmo.  Começar a fazer o que quer que você tenha que fazer para alcançar seus objetivos.

Eles podem ser grandes, pequenos, médios... não importa. Todos temos metas, todos temos planos para o futuro. Todos imaginamos como queremos estar, o que queremos fazer, onde queremos ir. E no fundo é tudo uma questão de atitude. De decidir deixar de esperar e passar e perseguir o que desejamos.

Não muito tempo atrás esse discurso me pareceria totalmente clichê, sem graça... Mas acho que ,cedo ou tarde, todos nos damos conta de que nossa vida é o que fazemos dela, afinal.

Tenho muitos sonhos. De diferentes tamanhos e formas. Sei que tenho capacidade de alcançá-los. Sei até os meios que preciso para conseguir isso. Mas sempre me faltou algo. E talvez ainda falte. Mas pelo menos agora tenho consciência disso. De que parada eu não consigo. E que tudo será mais fácil enquanto eu me mantiver em movimento.

2015 começou com um brilho diferente pra mim. Um brilho de prosperidade, de força, de fé, de vontade. Um brilho de "juntos venceremos" e de "nada poderá nos deter". Não sei da onde ele veio mas quero que ele continue comigo. E se ele se afastar vou correr atrás dele...

segunda-feira, 22 de dezembro de 2014

Inside The Show com Paul Wesley


Paul Wesley na Inside The Show SP

Olá amigos, tudo bem?

Depois de um longo tempo sem escrever aqui pro blog eu estou de volta. E por um motivo muito importante que é falar de mais uma experiência inesquecível da minha vida. Dessa vez é sobre mais um encontro com um dos meus ídolos.

Bom, tudo começou em outubro desse ano quando fiquei sabendo dessa convenção que traria Paul Wesley e Phoebe Tonkin, atores das séries "The Vampire Diaries" e "The Originals" do canal norte americano CW, para o Brasil em novembro. Acompanho as séries há um tempo e sou muito fã do Paul, tanto que no ano passado também fui a uma convenção que trouxe ele e outros atores de TVD a São Paulo. Se quiserem ler a resenha está aqui: link!

Havia um ingresso "Duo" que dava direito a foto e autógrafos dos dois, mais participação no painel com perguntas e respostas. O preço estava bem razoável considerando as atividades inclusas. Bem mais barato do que eu tinha pagado na outra convenção. Mas como estava desempregada e com pouco dinheiro guardado não comprei. Um tempo depois abriram vendas de pacotes individuais com fotos e autógrafo apenas com um dos atores, num preço bem mais em conta. Não pensei duas vezes, comprei o ingresso do Paul!

O evento estava marcado para dia 29 de novembro, mas alguns dias antes a produtora anunciou que seria adiado. Houve uma comoção enorme entre os fãs que iam, muitos logo desistiram de ir, muitos acharam que seria cancelada. Então alguns dias depois a IT anunciou a nova data: 21/12. Muitas pessoas não gostaram da data e tiveram que pedir estorno. Pra minha felicidade eu poderia ir normalmente nesse dia. Mesmo não gostando do fato de começar as 17h e ser no mesmo dia da convenção que teria no Rio.

Presentes comprados, ingresso e mapa impressos, bolsa e look arrumados. Eu estava pronta para partir rumo a São Paulo desde às 11h do dia 21. Como sempre muito desesperada eu faço tudo com muita antecedência. Minha irmã me levou até a rodoviária. Tirei dinheiro no caixa eletrônico e comi um salgado. Depois fui para a estação e peguei o trem às 13h. Cheguei ao local do evento, um hotel próximo a Av. Paulista, por volta de 14h30. A maior parte das pessoas já estava la dentro em um mezanino que dava acesso ao salão onde seria a convenção.

Esperei um tempão nesse lugar, achando que ainda não podia entrar. Fiquei atualizando as amigas pelo whatsapp sobre o que estava acontecendo. Até encontrei uma tomada pra carregar meu celular um pouco. Depois eles enfim tiveram a brilhante ideia de avisar que quem tinha ingresso já podia entrar. Então eu entrei, pegaram meu ingresso e colocaram uma pulseirinha azul em mim. Na verdade a minha era pra ser amarela, mas fizeram uns "X" nela pra sinalizar isso. Mas me mandaram entrar pela porta onde estavam as cadeiras do ingresso "duo", então eu entrei e lá fiquei. Uma hora as meninas que conheci de um grupo no whats foram me dar "oi", mas como elas estavam lá na frente eu não pude sentar com elas. Uma hora um povo sem noção quase que me tiram de lá onde eu tava sentada, falando que minha pulseira não era de duo, mas felizmente não tive que sair. Fiquei puta na hora, mas passou.

O Meet&Greet já tinha começado desde às 16h, e eu entrei no salão já era quase 17h, horário que estava marcado para começarem as outras atividades. Só que atrasou um pouco. Só depois das 18h é que chamaram para tirar a foto. Foram pegando fileira por fileira e levando até uma salinha separada. Como eu estava meio que no meio do salão, não demorou tanto pra chegar minha vez. Peguei o "Tefinho" (ursinho que comprei pra dar pro Paul), e fui para a fila da foto. Não ia poder dar presente mas eu queria mostrar ele na foto. Só que na hora a mulher não confiou que eu não ia dar pra ele o urso e tirou ele de mim ¬¬' maldita! Mas tudo bem, coloquei o celular pra gravar no bolso (que depois descobri que na verdade não coloquei ¬¬'²) e fui ao encontro do meu homem *-*

Tefinho - ursinho que dei de presente pro Paul

Assim que entrei na salinha tinha uma mini fila com umas 5 pessoas na minha frente até chegar onde ele estava tirando as fotos. Então eu já podia ver o Paul de pertinho, todo lindo e sorridente e maravilhoso! Tentei controlar a emoção enquanto me aproximava. Quando chegou minha vez cheguei perto e o abracei e logo em seguida eu disse: "Can you show your teeth?" que quer dizer: "Você pode mostrar os dentes?". Calma gente eu não tô louca! É que assim, a gente podia escolher uma pose para a foto, e só o que eu queria era que ele saísse sorrindo na foto, com aqueles dentes perfeitos. E todo fã dele sabe que o Paul não é muito de sorrir, então eu tive que pedir, e ele respondeu: "Ok, no problem" (depois o pessoal que tava atrás de mim disse que ele saiu sorrindo sim, ai espero que sim mesmo *o*). E então ele colocou o braço em volta do meu pescoço **pausa para eu morrendo** e deu pra ver que ele fez "paz e amor" com a mão quase na frente do meu rosto. Então eu entrei no clima, sorri e fiz "paz e amor" também. Depois virei na direção dele, olhei naqueles olhos verdes magníficos e, à princípio, fiquei sem saber o que dizer, depois disse a coisa mais obvia do mundo: "I love you so much", e ele disse "thank you" e eu sai.

Minha foto com o Paul

Voltei para o salão e me sentiu no meu lugar. Nessa altura já tinha feito amizade com um menino e várias meninas sentadas ao meu redor, mas o garoto foi o que eu mais conversei, ficamos bff's praticamente kkkkk -n. Mas ele era muito gente boa e era tranquilo como eu. Diferente da maioria do povo que estava frenética. Demorou mais um tempo até tirarem todas as fotos e enquanto isso ficamos conversando sobre o que? TVD é claro! O bom de uma convenção só com o Paul é a maioria era #TeamStefan e Stelenas :D Então o papo rolou solto rs...

Por volta de 19h30 eu acho (não tava conferindo a hora), Paul veio para o salão e começaram os autógrafos. Novamente em fila as pessoas iam até ele pegar o autógrafo e entregar os presentes. Dessa vez eu fui mais esperta e coloquei sim o celular para gravar no bolso. E pra minha sorte uma das meninas que me conhecia do grupo do whats me gravou lá na hora com ele (vejam o vídeo abaixo). Eu cheguei e logo ele me disse um "Hi" super empolgado! Eu entreguei pra ele o presente que era, além do Tefinho, um CD de Samba kkkk. Dai ele disse "Oh thank you", e eu tentei explicar rapidamente o que era enquanto o pessoal da produção puxava os presentes pra tirar da mesa. Disse do CD e falei que o ursinho era o Stefan, porque Tefinho ele não ia saber rs. Ele continuou dizendo "Thank you" um monte de vezes, então não sei se ele realmente ouviu o que eu disse, porque tava muito barulho! Dai eu disse que meu nome era Heloisa pra ele escrever no cartão, mas ele só assinou o nome dele, e a mulher que tava do lado falou que não tavam mais fazendo personalizado ¬¬³. Mas tudo bem né, eu peguei na mão dele, disse "obrigada", em português não sei porque, e sai...


Vídeo do momento em que entreguei os presentes e peguei o autógrafo 

Depois os autógrafos continuaram. Logo em seguida começou o painel Q&A (perguntas e respostas). Nessa hora tinha um povo que não ficava quieto no lugar, mas pelo menos na minha frente ninguém ficou de pé. Eu não consegui fazer pergunta, e confesso que na verdade nem tinha pensado em uma. Tiveram umas péssimas e outras boas... No geral o Painel foi bom, Paul falou sobre o filme que ele fez que estreou há pouco tempo. Falou sobre os colegas de elenco, Falou algumas frases em português. Falou sobre a Phoebe, o Daniel e o Ian. Falou sobre Stelena. Falou sobre os fãs brasileiros, sobre o Brasil e etc. Falou sobre novos projetos. E deu até uns spoilers sobre TVD :P Foi lindo e simpático o tempo todo! E morria de rir quando a gente surtava e gritava com as coisas que ele dizia! UMA PERFEIÇÃO GENTE, ces não tem ideia!!

O Painel foi curto, pelo menos foi o que eu senti, afinal eu ainda não estava verificando a hora. Ele se despediu. Nessa hora eu tive que me rebelar... Levantei, fui algumas cadeiras a frente que estavam vazias (afinal o povo todo debandou pra frente), e subi em cima de uma pra filmar, e dar tchau pra ele *-* A convenção acabou umas 20h30. Fui embora com meus novos amigos que também iam pegar metro e trem. Passamos no subway antes pra comer. Aliás nunca tinha comido lá e me apaixonei KKKKK. Pegamos o metro e o trem. Eram quase 23h quando cheguei em casa. Totalmente anestesiada do meu dia cansativo, ainda muito empolgada e agitada por causa do evento. Fiquei passando as fotos pro pc e contando pras bff's como tinha sido a con... E depois fui dormir.

Não preciso dizer mais nada né, gente? Pelo meu relato já deu pra perceber o quanto foi foda e quanto eu gostei! Foi bem melhor que a outra que fui ano passado!! Apesar de uns comentários que eu ouvi de gente que conseguiu entrar de graça e gente que conseguiu tirar mais foto do que devia. Mas no saldo geral foi ótima. Cada um com sua consciência... eu fico feliz de ter a minha sempre limpa ao deitar a cabeça no travesseiro, com a certeza de que fiz o que era certo, e não o que era mais vantajoso pra mim, sem pensar no que isso poderia afetar os outros. ;) #fikdik

Meu cartão autografado e fotos que tirei do Painel

Meus vídeos do Painel Q&A


Vídeo do Painel quase completo. (Se eu achar algum melhor depois eu troco)


terça-feira, 16 de setembro de 2014

Sin Fronteras On Tour - São Paulo

1º dia: 13/09/2014


Meet&Greet

Acordei as 6h45 da manhã. Ainda tinha que tomar banho e me arrumar porque pretendia sair de casa às 8h. Fui para a estação e peguei o trem rumo a São Paulo. Cheguei até o Carioca Club, que era onde ocorreria o Meet&Greet com a Dulce. A fila para pegar o ingresso já estava grandinha. A Taisa (minha amiga e eterna companheira de meets e dulcete roxa) ainda não tinha chegado. Fiquei lá um tempo no celular, já um pouco nervosa. A Ta chegou mais ou menos uma hora depois. Esperar pra ver a Dulce na companhia dela é bem melhor *-*

Eu e a Taisa

Aos poucos a fila foi andando e logo conseguimos pegar nossa pulseirinha do Meet e o ingresso pro show que seria no dia seguinte. Depois fomos até a fila para entrar no local do evento que, para nossa infelicidade, ficava debaixo de sol. Antes, porém, fui até as lojas Americanas que tinha ali perto comprar um salgadinho e um chocolate que seria o meu almoço do dia. Voltamos e ficamos lá, torrando debaixo do sol por muuuuito tempo. Tinham anunciado o começo para 12h30, mas é claro que atrasou. Somente às 14h e pouco é que o pessoal começou a entrar. Conhecemos umas meninas bem legais na fila, até uma que costumava postar no fotolog e comentar no nosso, e ficamos conversando enquanto esperávamos a hora chegar. Dei graças a Deus quando pude entrar e ficar na sombra, mais ainda porque estava cada vez mais perto da mulher!!

E então entramos, dessa vez a Ta foi na frente enquanto eu fiquei esperando. Ela abraçou tirou a foto e mostrou o desenho que fez da Dulce bebê com o pai dela. A María deve ter gostado muito porque ficou trocando maior ideia com ela até que o segurança puxou a Ta de lá e quase que leva a Dulce junto tadinha KKKK. Dai foi a minha vez. Ela estava toda linda de chapéu e com aquele cabelo maravilhoso e aquela franja perfeita, e um sorriso magnífico *o* Cheguei, abracei ela e já me mandaram olhar pra foto. Achei ruim porque não foram duas poses diferente, eles simplesmente tiraram duas fotos ao mesmo tempo de ângulos diferentes. Mas ok. Dai eu ainda virei pra Dulce e disse "Te amo", e ouvi ela dizer: "Gracias, nos vemos mañana!", antes de me tirarem de lá. Não sei o que me deu antes desse Meet, mas acho que eu devia estar muito distraída, porque não coloquei o celular pra gravar e esqueci de soltar o cabelo, a foto deve ter ficado péssima kkkkk. Veja abaixo:


Fotos oficiais do Meet&Greet

Sai e fui surtar com a Ta e o resto das meninas que já tinham ido. Felicidade era o que não faltava na gente! Eu fui embora logo, porque queria chegar em casa cedo pra descansar porque sabia que o dia seguinte seria paulera! :D 

2º dia: 14/09/2014


Convivência

Acordei as 6h10. Precisava sair mais cedo do que o dia anterior, porque havia combinado de encontrar um pessoal as 9h no metro para irmos até o Hotel Estanplaza, onde seria a Convivência. Como eu não sabia o caminho direito, precisava da ajuda deles. Me arrumei mais do que no dia anterior, afinal eu ficaria mais tempo com a Dulce e sai de casa às 7h. Nos meus planos eu chegaria até antes de 9h lá, mas tive um contratempo. O trem que pego até SP estava com a circulação interrompida em um trecho. Dai tive que ir de PAESE até outra estação pegar outro trem. Isso me atrasou um pouco, mas pedi pro pessoal me esperar lá um pouco mais. 9h35 cheguei na estação Santa Cruz e encontrei meus 4 amigos que também iriam na convivência. Pegamos um ônibus e logo já estávamos na frente do hotel. 

Já tinham alguns fãs lá na frente, mas não tantos quanto eu esperava. A maioria eram os que iriam na convivência mesmo. Como eu sabia que lá dentro os lugares de sentar seriam sorteados na hora, não me preocupei de ficar na fila que mandaram fazer, de novo, no sol! Fiquei debaixo da imensa sombra do Estanplaza sem passar calor. Conversei com várias pessoas legais lá na frente. Só fui até a fila quando disseram que iam começar a entrar. Entramos e ficamos esperando numa "ante sala" ou seja lá o que aquilo for. Quase não cabia todo mundo lá então fomos até um local que devia ser o refeitório. Mas logo expulsaram a gente de lá e ficamos enfurnados num espaço minúsculo. Enrolaram a gente por mais de 1h30 até que o Túlio, da produtora que trouxe a Dulce ao Brasil, veio para sortear os lugares. Peguei o 45. Não liguei, porque pra mim o que importava era o momento que eu passaria perto dela, e não onde eu sentaria. Depois disso, mais enrolação. Fomos realmente formar a fila em ordem e ir para o salão de eventos às 14h, sendo que estava marcado para 12h.

Enquanto esperávamos mais um pouco soubemos que íamos entrar e já tirar a foto, dar presente e pedir autógrafo, e depois iriamos sentar. Meus nervos estavam a flor da pele, eu já comecei a combinar com a menina da minha frente e a de trás, quem ia filmar pra quem. No final, a Iliana estava lá e segurou minha câmera muito habilmente e realizou um dos meus maiores sonhos que era ter esse registro do meu encontro com a Dulce. Não foi nem de longe tão longo quanto eu imaginei que seria numa convivência, e muitos daqueles que já tinham ido a outras disseram que não costumava ser assim. Mas isso tudo foi por causa da falta de organização e principalmente da falta de respeito da produtora que atrasou o evento e vendeu mais de 70 ingressos. Mas, graças a minha rainha Dulce María, nem isso conseguiu estragar aquele momento.

Só pude levar uma coisa para ela autografar, e escolhi o livro Dulce Amargo, que demorei tanto tempo para conseguir e paguei uma nota :D Fora isso eu estava segurando o presente dela, a câmera já ligada e o meu celular estada preso na alça do sutiã só para gravar o áudio. Anotem essa dica: a melhor coisa que você faz é gravar o áudio de um meet ou uma convivência, pra poder relembrar depois o que você falou e o que ela falou para você. Na minha vez. dei minha câmera para a Iliana filmar e fui até a Dulce já dizendo um "Hola", e ela respondeu: "Hola, como estas?" (Vocês vão conseguir ouvir bem no vídeo abaixo, porque eu juntei com o áudio do celular *-*). Eu também perguntei "Como estas?" e ela respondeu: "Bien y tu?". E eu disse "Bien!". Dai logo já dei o presente e comecei a explicar o que tinha nele. Ela, tão linda e maravilhosa, olhou tudo e agradeceu. Quando falei dos chocolates ela disse: "Que rico", quando falei do livro que escrevi pra ela (também vou colocar a foto da capa ai em baixo), ela falou "Uau, obrigada", ai eu complementei falando: "Tiene nuestra foto" e ela: "Gracias hermosa! Voltea a la foto y ahorita te firmo". Eu lerda ainda falei "puedes firmar?" depois e dai olhei pra foto. Detalhe: foi a única que eu olhei, as outras nem sei em que momento tiraram. Mas depois disseram que ideia era ser descontraída mesmo. Só espero que tenham ficado boas! Bom depois que ela terminou de assinar e que eu fiz carinho naquele cabelo perfeito, eu disse: "Puedo darte un beso? En el Rosto?" (tá, essas horas num lembro nem do português que dirá o espanhol kkk), e ela disse "Si", mas meio que fugiu de mim, então acho que ela não entendeu minha pergunta, e depois ainda tirou sarro da minha cara: "Pero ya la tomaron, bonita", se referindo a foto. Ai gente, só a Dulce mesmo né? Nisso o segurança já estava me puxando e então eu sai e fui me sentar no meu lugar.




Vídeos da minha convivência com a Dulce




Fotos oficiais da convivência


Livro que dei de presente pra Dulce

Fiquei tentando arrumar minhas coisas enquanto olhava ela atender o restante do pessoal que chegava. Quem era esperto e conseguia distrair ela, ficava mais tempo do lado, quem era mais reservado, ou ficava mais nervoso, não aproveitava tanto. Analisando de modo geral eu acho que fiquei na média. Logo que ela terminou de atender a todos, começamos a cantar "Te Quedarás" e tinha uma fã tocando violão. Foi lindo *-*


Vídeo da Convivência - Perguntas

Em seguida cantaram "Te Vi Venir" do Sin Bandera. E logo que terminamos já começaram a fazer as perguntas. Um fã atrás do outro, mas de forma bem aleatória. Perguntaram de tudo um pouco. Demorou até eu consegui fazer a minha pergunta, mas consegui! Perguntei sobre o clipe do single novo, que vai sair em breve, se tinham sido ideias dela e se ela tinha gostado de gravar. Ela respondeu que é um vídeo muito acessível, com amigas e que sim foram algumas ideias dela e outras do diretor. Não gravei a minha pergunta, muito lerda! Estou procurando algum vídeo que tenha, mas enquanto não acho podem ver outros vídeos que gravei das perguntas na convivência aqui: https://www.youtube.com/user/heloikeda/videos

Foi a primeira vez que fui a uma convivência, então não tinha experiência no assunto e também não tinha como comparar. Mas pelo que eu já vi em vídeos e pelo que o pessoal estava comentando lá, essa foi a pior em questão de tempo, como eu já disse. Mas pra mim estava tudo perfeito. Só de poder ficar ali aquele tempo todo olhando pra ela, ouvindo sua voz já me fazia muito feliz! Mas uma hora teve que acabar, então a Dulce saiu, quase sendo atacada pelo pessoal, porque a porta era atrás das cadeiras. Daí seguraram a gente um pouco lá até ela sair do hotel e depois nos liberaram.

Show

Minha ideia era ir direto para o local do show encontrar a Ta que já estava lá na fila. Mas dai eu resolvi ficar com o pessoal que me ajudou a ir. Fui com eles em um shopping lá perto e aproveitei pra tomar água e comer uma batata do Mc Donald's (essa foi a minha única refeição do dia). Eles ficaram enrolando lá e eu esperei porque queria companhia e ajuda de novo para chegar no Via Marquês, local do show. Demorou um pouco, fomos chegar lá só às 18h e pouco, mas a fila ainda estava parada e eu consegui encontrar a Ta rapidinho *-* Ela estava com o mesmo pessoal que conhecemos na fila do Meet. Fiquei lá com eles esperando. O certo seria os portões terem aberto às 18h, ou no máximo 18h30, porque o show estava marcado para começar às 20h. Mas demorou muito mais do que isso. Meu pé estava começando a doer demais e o cansaço estava começando a aparecer. Eu sabia que tudo isso sumiria na hora do show, mas enquanto esperava na fila, não foi fácil aguentar.

A fila começou a andar já era 20h, e até entrar todo mundo, 21h. Estava muito atrasado! Mas o pior foi entrar la´e ver que não tinha espaço pra mais ninguém. A gente entrou pela lateral esquerda e já ali não dava pra passar. Só conseguíamos ver o palco de lado. E ainda tinha muita gente atrás de nós na fila que ainda estavam entrando. Eu e a Ta começamos a ficar preocupadas. Tentamos ficar ali perto da grade lateral, onde daria pra ver bem, mas aos poucos o povo foi chegando e se enfiando lá no meio, e a gente não queria morrer esmagada. Então fomos indo pra trás até quase chegarmos na saída de emergência. Nisso várias pessoas, inclusive pais de crianças pequenas começaram a reclamar com os seguranças, que são umas múmias e não fizeram nada. Tinha um policial lá também que falou que o lado direito estava vazio, que ele ajudava a chegar lá se alguém quisesse, mas quem é que tinha coragem de atravessar aquela multidão? Eu não! Então fiquei lá com a Ta, bem atrás onde estava mais livre. Quando enfim parou de entrar gente fiquei mais aliviada.

Por volta das 21h30 o show começou. Nessa hora alguns seguranças chamaram para quem quisesse dar a volta e entrar do outro lado. Eu e a Ta quase fomos, mas ela me puxou de volta e ficamos lá mesmo. Foi a melhor coisa que a gente fez, porque ficou bem mais vazio. E depois disso sim, conseguimos curtir o show! Não deu pra ver tão bem, não por estar longe, mas por ter ficado do lado. Mas mesmo assim foi bom demais! Eu cantei, gritei, pulei, surtei *-* O show dessa mulher é perfeito demaaaais! Não conseguir tirar boas fotos nem gravar vídeos direito. O único que ficou razoável foi esse:


Vídeo do Show - Yo Si Queria

Por sorte eu sabia que sairiam vídeos muito melhores e em alta resolução pra eu ver depois então nem encanei com isso. O set lista estava ótimo e eu curti cada música. Teve a participação da Manu Gavassi, cantando a música que ela gravou com a Dulce: "Antes de ver o sol":


Vídeo do Show - Antes Que Ver El Sol com Manu Gavassi

Mas o ápice da noite foi com certeza a participação do Christian Chavéz no show. Todos já estavam desconfiados disso. Primeiro porque ele disse há um tempo que iria ao show da Dulce em São Paulo, porque está morando lá um período para gravar o programa "Esse artista sou eu" do sbt. Segundo porque a Dulce tweetou que teria uma surpresa que deixaria todos loucos. Dai quando ela foi anunciar, todos já começaram a gritar "Christian, Christian, Christian!!", e não deu outra, era ele *o* Achei que eu teria um infarto, muita emoção ver esses dois juntos no palco de novo! Eles cantaram um Medley do RBD com as músicas "Inalcanzable", "Aun Hay Algo" e "Solo Quedate En Silencio". Foi lindo demais! E depois a Dulce ainda pediu pra gritarem: "Christian" e "Christian, eu te amo!" pra ele. O Chris disse "Quem ai é Chavinón?" *-* tão lindo! E antes de ir embora ainda falou: "Viva la generación Rebeldeeee" o/ DEMAIS!!! Apenas assistam:

Vídeo do show - Medley RBD com Christian Chavéz

Se quiserem ver mais vídeos em boa qualidade do show tem nesse canal aqui: https://www.youtube.com/user/FcDulceSueno1/videos ;)

O show continuou até às 23h e foi perfeitamente perfeito! Quando acabou, fomos correndo pra saída, ainda bem que estava do nosso lado. Me despedi da Ta e fui atrás de um taxi. Por sorte achei um que tinha duas pessoas entrando pedindo pra ir pro Terminal Rodoviário do Tietê, que era pra onde eu ia também. Perguntei se podia ir junto e dividir a corrida e saltei pra dentro. Ficou barato a corrida, e dividindo em 3, mais barato ainda. Eu tinha levado 500 reais aquele dia achando que eu gastaria horrores, mas no fim não gastei nem 100 reais nos dois dias. Cheguei ao Tietê, comprei minha passagem e fui pra plataforma esperar. Deixei meu celular carregando num suporte que tem lá e me sentei no chão, porque meus pés estavam latejando. Lembrete: nunca mais ir de bota a um show! 23h45 o busão chegou e eu entrei. Logo que sentei tirei a bota, porque não tava aguentando. Tentei dormir mas não dava, ainda estava muito agitada por causa do show. Por sorte meu pai foi me buscar na rodoviária daqui quando cheguei. Em casa eu só consegui ir pro quarto e cair na cama, nem deu vontade de comer nada. Vi que meu pé até sangrou porque como a bota era de bico fino e apertava meus dedos, a unha do meu dedinho machucou o outro dedo. Mas não foi nada demais.

Conclusão: Não importa o quão incompetente e pilantra seja a produtora. Quando a sua diva é a Dulce María, tudo vale a pena no final! 



Montagens com prints dos vídeos da convivência