quinta-feira, 12 de fevereiro de 2009

O Primo Basílio

"Basílio achava-a irresistível; quem diria que uma burguesinha podia ter tanto chic, tanta queda? Ajoelhou-se, tomou-lhe os pezinhos entre as mãos, beijou-lhos; depois, dizendo muito mal das ligas "tão feias, com fechos de metal", beijou-lhe respeitosamente os joelhos; e então fez-lhe baixinho um pedido. Ela corou, sorriu, dizia: não! não! — E quando saiu do seu delírio, tapou o rosto com as mãos, toda escarlate; murmurou repreensivamente:
— Oh Basílio!
Ele torcia o bigode, muito satisfeito. Ensinara-lhe uma sensação nova; tinha-a na mão!"


Trecho do livro "O Primo Basílio" de Eça de Queirós


Debora Falabela como Luisa e Fábio Assunção como Basílio no filme inspirado no livro.
_______________________________________

Entenderam o que ele fez né? O.O Isso porque o livro é de 1878. Deve ter sido um verdadeiro 'escandalo' para a época! rs
De longe esse é um dos melhores livros de literatura antiga que já li. A versão era das mais antigas, bem grossa, não dessas super editadas que tem hoje em dia. Não tem como não se envolver na história de amor de Luisa e Basílio. Dá pra sentir a angústia e a empolgação dela por estar vivendo um romance proibido. Também se percebe facilmente a malicia e as más intenções dele, mesmo quando ele faz promessas e se poem todo sedutor para conquistar a probre moça casada.
Pena que no final nada termina bem, pelo menos para uma parte não. Mas não vou contar porque, quem não leu vai ter que ler pra saber ;)

4 comentários:

LUAN_FERNANDO_ disse...

Eu li, e não gostei. Não sou muito fã de Literatura pra falar a verdade.

Beijo!

Arilson Karmo disse...

Sem Duvida o melhor livro!
Sem Duvida o pior Filme!

LUAN_FERNANDO_ disse...

Selo pra vc, lá no meu Blog!

Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.