quarta-feira, 3 de fevereiro de 2010

Sendo pesquisada...

Há mais ou menos um ano atrás eu recebi um e-mail de uma estudante do programa de pós-graduação da UFSC na linha de pesquisa em Educação e Comunicação, onde ela me convidou a participar de sua pesquisa sobre praticas realizadas nos blogs por jovens. Eu aceitei e respondi o seguinte questionário:

Com que finalidade você criou o blog?
Com a finalidade de publicar alguns textos meus que já tinha guardados e que escrevo desde que tinha 14 anos, além de outros que escrevo só para o blog. E também para publicar alguns textos, vídeos e fotos de outros autores que me agradem.

O que mais gosta no seu blog?
Gosto quando as pessoas comentam sobre os textos que eu escrevi, elogiando ou criticando.

O que menos gosta no blog?
Eu não gosto de não saber alterar o layout dele pelo HTML rs.

Com que freqüência você atualiza o seu blog?
Isso é muito relativo. Tem vezes que atualizo toda semana. Mas as vezes quando estou sem tempo e sem criatividade deixo algumas semanas sem atualizar.

Você não se importa que sejam realizadas interferências na sua criação? O que você gosta/não gosta que façam no seu blog?
Nunca foi realizada nenhuma interferência nas minhas criações no blog. Eu não gosto quando recebo comentários com vírus ou aqueles que são copiados e colados, ou seja, que a pessoa manda o mesmo recado em vários blogs, pois isso quer dizer que ela não leu o seu post.

Qual vantagem (ou desvantagem) em ter um blog?
A vantagem é que você pode expor livremente suas idéias sobre diversos assuntos que lhe interessem. E ainda você pode compartilhar isso com outras pessoas que também tenham blog e que concordam ou discordam de você, gerando discussões produtivas sobre esses assuntos.

Quais os assuntos gosta de inserir no seu blog? Coloque em ordem de preferência de 1 a 18.
a. Filmes( 4 ) Músicas( 3 ) Textos( 2 ) Poesias( 6 ) Notícias( 5 ) Curiosidades( 7) Informações ( 11 ) Política( 16 ) Sexo( 8 ) Namoro ( 14 ) Drogas( 17 ) Violência( 18 ) Fotos ( 10 ) Trabalhos/atividades de estudo( 9 ) Passeios( 12 ) Festas( 13 ) Férias( 19 ) Amizade ( 1 ) Família ( 15 )

b. Se necessário coloque outros temas que insere no seu blog, por ordem de importância, que não foram contemplados nas questões.
Filosofia ( 1 ) Relações humanas ( 2 ) Mídia ( 3 ) Problemas internos ( 4 )

Como você define os jovens hoje?
Bom para mim os jovens de hoje não são os alienados e sem perspectiva de vida que muitos dizem por ai. Há sim pouco incentivo e oportunidade para eles. Hoje os jovens buscam um lugar ao Sol e muitas vezes usam os piores caminhos pra chegar a isso. Jovem é aquele que tem vontade e determinação para chegar a onde quer, mas que não tem maturidade para tomar decisões e assumir responsabilidades.

Como você pensa que a mídia vê/escreve/fala sobre os jovens?

A mídia de massa tem uma visão equivocada dos jovens, e por algumas vezes generaliza ao falar que a geração de jovens de hoje está perdida, creio que ainda que a maioria pareça ser assim essa não é a realidade, afinal os jovens são um reflexo da sociedade que os formou e educou.

Escreva o que você pensa sobre:

a)Jovens e conformismo: Eu penso que grande parte do conformismo existente nos jovens de hoje é fruto de uma super proteção por parte dos pais, que não querem que os filhos sofram os mesmos riscos que sofreram quando jovens. Talvez por sempre terem tudo na mão os jovens acabam por não dar valor ao que têm e a não se esforçarem para subir na vida, para ser uma pessoa melhor.

b)Jovens e rebeldia: Hoje em dia rebeldia nos jovens já não é mais vista como antigamente. Antes os jovens rebeldes eram aqueles que lutavam contra a ditadura e faziam protestos a favor de seus direitos de cidadão. Hoje o que se diz é que os jovens são rebeldes sem causa, que reclamam da vida e de sua situação sem ter uma ideologia e um propósito nobre para isso. Essa visão é um pouco generalizada, nem todos os jovens são assim. E ela também não pode ser somente aplicada aos jovens uma vez que toda a sociedade está se tornando cada vez mais individualista como um todo.

c)Jovens e política: É difícil encontrar algum jovem que se interesse por política, no Brasil principalmente pois a situação do governo não estimula a ânsia por mudanças e melhorias. Mas ainda é possível ver que quando se engajam e lutam pelo que querem os jovens conseguem fazer a diferença, o que falta é um estimulo por parte dos adultos e da sociedade em acreditar na juventude.

d) Jovens e drogas: Quando se fala em jovens drogados o que se vê na mídia são somente viciados, bandidos, tráfico e mortes, ou seja, as conseqüências do uso das drogas. O que nunca é mostrado e muitas vezes ignorado é o motivo pelo qual aqueles jovens buscam a droga, o que os leva a ter vontade de experimentar? Talvez por serem facilmente influenciáveis e quererem se encaixar em um grupo, ou então por não encontrarem saída para seus problemas. É esse ponto onde encontraremos a solução para o problema das drogas.

e) Jovens e sexualidade (camisinha, ficar): Penso que já foi a época em que faltava informação aos jovens sobre sexo. Hoje em qualquer lugar se pode saber os riscos que se corre com um sexo inseguro, doenças, gravidez indesejada. O que ainda não mudou foi a maturidade e responsabilidade dos jovens, que iniciam cada vez mais cedo sua vida sexual, mas nem assim deixam de ser imaturos e irresponsáveis. Os relacionamentos sem compromisso cada vez mais comuns entre os jovens são uma porta para uma vida sexual insegura. Se os jovens não foram educados sexualmente desde cedo, de nada vai adiantar campanhas de distribuição de camisinha por ai.

e) Jovens e religiosidade: A religião é algo que não prende muito a atenção dos jovens, a não ser que seja algo de família, como uma tradição. Até mesmo nas igrejas pode-se ver vestígios de corrupção, então eu penso que hoje a religião não consegue salvar as pessoas da vida do crime e da bandidagem como salvava antes. Mas é importante, ainda que sem religião, que os jovens não percam a fé em si mesmos, a fé em algo maior. Ter em que acreditar ainda nos dá muita força.

d)Quer deixar alguma herança para as novas gerações? Quais?: A única coisa que penso em deixar para as novas gerações são as coisas que digo em meus textos. Pensamentos sinceros de como eu enxergo o mundo. Para que assim como hoje eu posso pegar os livros de história e filosofia e saber como as pessoas viam o mundo a milhares de anos atrás, pessoas no futuro possam saber como víamos o mundo hoje. Ainda que sem termos noção, estamos escrevendo a historia da humanidade em cada texto, em cada palavra.


Depois que ela me mandar o resultado de seu trabalho de pesquisa eu publico aqui ;)